Na manhã desta quinta-feira (10) jovens comunicadores de bairros de Salvador se reuniram com o pré-candidato à prefeitura pelo Podemos, deputado federal Bacelar, que ouviu atentamente as principais reivindicações do grupo. Na pauta, o genocídio da juventude negra e a falta de segurança.

Para eles, faltam cuidado e incentivo por parte da prefeitura. “Salvador não tem política pública digna voltada para crianças e adolescentes” afirmou Léo, de Pirajá.

Jota, morador do Novo Engenho, reclamou das ações truculentas em abordagens policiais. Ele conta que a liberdade de ir e vir é ameaçada com o toque de recolher. “Tudo que é da juventude negra não presta. Para a polícia, o paredão, pagodão, funk são marginalizados” denunciou.

Para Bacelar, um dos primeiros passos no combate à violência é a socialização da juventude, com mais oportunidades de esporte, cultura, lazer e, principalmente, educação. “Este é um dos pilares do plano de governo que estamos elaborando. Políticas públicas e ações efetivas que potencializem o acesso da juventude aos direitos essenciais. Por isso, estamos desenvolvendo o Programa “Do pré-natal ao primeiro emprego” finalizou.

Compartilhe com amigos
Receba as atualizações do Deputado 
direto em seu email




Deixe uma resposta